Pular Links de Navegação
Autoridades Municipais Autoridades Municipais
Bancos Bancos
Bandeira e Brasão Bandeira e Brasão
Casas Lotéricas Casas Lotéricas
Confira os dias da coleta de lixo em cada bairro Coleta de Lixo
Conheça Nova Odessa Conheça Nova Odessa
Correios Correios
Dados Gerais Dados Gerais
Feiras Livres Feiras Livres
Hino de Nova Odessa Hino de Nova Odessa
História História
Hoteis Hoteis
Imagens Imagens
Links Úteis Links Úteis
Localização Localização
Rankings Rankings
Telefones Úteis Telefones Úteis
Pular Links de Navegação
Administração Administração
Desenvolvimento DesenvolvimentoExpandir   Desenvolvimento
Educação Educação
Esportes Esportes
Finanças Finanças
Governo GovernoExpandir   Governo
Meio Ambiente Meio Ambiente
Saúde SaúdeExpandir   Saúde
Pular Links de Navegação
Almoxarifado Web Almoxarifado Web
Banco de Empregos Banco de Empregos
Biblioteca - Sophia Biblioteca - Sophia
Concursos Concursos
Conseg Conseg
Consulta de Protocolos Consulta de Protocolos
Contas Públicas Contas Públicas
Compras Web Compras Web
Fiscalização Rendas Fiscalização Rendas
Holerite - 2ª Via Holerite - 2ª Via
IPTU - 2ª Via IPTU - 2ª Via
ISS - 2ª Via ISS - 2ª Via
ISS Web ISS Web
ITBI ITBI
Legislação Legislação
Licitações Licitações
Multas de Transito Multas de Transito
Notícias Notícias
Ouvidoria Ouvidoria
RH Web RH Web
Transparência Pública Transparência Pública
Conseg
Pular Links de NavegaçãoHome : Cidade : Dados Gerais
Dados Gerais
Galeria dos Prefeitos

Em primeiro de janeiro de 1939, Nova Odessa foi elevada a categoria de Distrito de Paz, do Município de Americana, na gestäo do prefeito Antonio Zanaga. O primeiro sub-prefeito de Nova Odessa foi Azil Martins.

Sub-Prefeitos Período
Azil Martins 1939-1940
Ferrúcio Humberto Gazzetta 1941-1947
Alexandre Bassora 1948-1951
Ferrúcio Humberto Gazzetta 1952-1955
Pedro Abel Jankovitz 1956
Isidoro Bordon 1957-1959

Em trinta e um de dezembro de 1958, o Distrito de Nova Odessa foi elevado a Munícipio.
O Governador do Estado de Säo Paulo era Jânio Quadros.
A três de outubro de 1959, realizaram-se as primeiras eleiçöes municipais.
Foram eleitos Alexandre Bassora prefeito e Fernando de Freitas Crissiúma, vice-prefeito, que tomaram posse em primeiro de janeiro de 1960.

Prefeitos Período
Alexandre Bassora 1960-1963
Arthur Rodriguez Azenha 1964-1969
Ferrúcio Humberto Gazzetta 1969-1973
Simão Welsh 1973-1977
Manoel Samartim 1977-1982
Simão Welsh 1983-1988
Manoel Samartim 1989-1992
Simão Welsh 1993-1996
José Mário Moraes 1997-2000
Simão Welsh 2001-2004
Manoel Samartin 2005-2008
Manoel Samartin 2009-2012
Benjamim Bill Vieira de Souza 2013-2016
Fundação - Núcleo Colonial Nova Odessa, decreto nº 1286

No dia vinte e quatro de maio de 1905, pelo decreto nº 1286, foi criado o Núcleo Colonial de Nova Odessa.
Este marco que determina a fundação da nossa cidade. Antes disso, estas paragens denominavam-se Pombal e faziam parte de várias fazendas e sítios, cortados pelos trilhos da Compahia Paulista.

Sem a menor dúvida, o fundador de Nova Odessa foi Carlos José de Arruda Botelho, de quem partiu a iniciativa de aqui estabelecer um núcleo habitacional. O nome de Nova Odessa foi por ele determinado e sob a sua égide, criaram-se as condições que permitiram a formação do nosso município.

Durante a sua gestão de quatro anos como Secretário da Agricultura, do Estado de São Paulo, não só estabeleceu o núcleo colonial, como também providenciou a vinda dos imigrantes europeus. Planejou tanto a zona rural como a parte urbana, acompanhando com interesse pessoal a instalação e o desenvolvimento do núcleo que fundou.

Emancipação Política - 31/12/1958 - Lei nº 5.121

Há longo tempo a população de Nova Odessa ansiava pela independência do Distrito.
Via nisso o meio de desenvolver a comunidade, sempre dependente de Americana para qualquer decisão.Os líderes locais começaram a fazer gestões para a nossa emancipação política.

Constituiu-se uma comissão que reuniu documentos e elaborou o processo para esse fim.
Seu presidente foi o Padre Aurélio Vasconcelos de Almeida. Entre outros, contribuíram diretamente para esse evento, Pedro Abel Jankovitz, Sidney de Souza Almeida, James Leroy Vaughan, Antônio Fernandes Gonçalves, Atayde Gomes, Anibal Franklin de Azevedo, Antônio Delegá e outros.

Essa comissão teve a felicidade de escolher, como padrinho de causa, o Dr. Ruy de Almeida Barbosa, na época presidente da Assembléia Legislativa de São Paulo, que em tudo ajudou e facilitou para que Nova Odessa passasse a Município. No dia dos debates, o deputado Torloni foi contra a elevação, por Nova Odessa não ter número necessário de habitantes para se qualificar a município.

Como alternativa, solicitava-se que a Prefeitura de Americana fornecesse uma certidão de que Nova Odessa tinha exatamenrte os oito mil habitantes necessários, o que não era verdade. Essa certidão foi conseguida, assinada por Lázaro Rodrigues Azenha, vice-prefeito (nascido em Nova Odessa), que interinamente estava substituindo o Prefeito Abrahim Abraham.

A trinta e um de dezembro de 1958, pela Lei Estadual nº 5.121, Nova Odessa é elevada a Município. Em dezoito de fevereiro de 1959, pela lei estadual nº 5.285, estabeleceram-se as divisas do nosso município. Em primeiro de janeiro de 1960, é instalado o Município de Nova Odessa e dada posse às autoridades municipais, pelo juiz de direito da Comarca de Americana, Dr. Agnaldo Santos.

Padroeira - Nossa Senhora das Dores

Comemora-se no dia 15 de Setembro, o Dia da Padroeira.

O terreno onde se encontra a Igreja Matriz de Nova Odessa foi doado pelo governo em cinco de janeiro de 1915.Em três dezembro de 1916, inaugurou-se a Capela de Nossa Senhora das Dores, pertencente à Paróquia de Americana. As imagens de Nossa Senhora das Dores e de São Sebastião, que vieram da Espanha foram doadas por Francisco de Toledo e ficaram na casa de Ampélio e Alice Gazzetta até a data da inauguração.

Os primeiros padres que deram assistência a Nova Odessa foram os párocos de Villa Americana. Também vinham padres de Limeira, Rio Claro e Campinas. São lembrados os padres Dário de Moura, Edílio Soares, Victor Randoá, Epifânio Estevam, Augusto Casagrande, Frederico Vettore, Luiz Benevenutto e outros.

Em vinte de dezembro de 1948, a capela de Nossa Senhora das Dores de Nova Odessa foi elevada à categoria de Paróquia, desmembrando-se da Paróquia de Santo Antonio de Americana, ficando anexada à Diocese de Campinas.

O Padre Casimiro Gomes de Abreu foi nomeado Vigário ecônomo, em vinte e dois de agosto do mesmo ano, permanecendo até vinte e três de janeiro de 1949 , quando foi substituído pelo padre Valdomiro Pires Martins. A nove de outubro de 1949, a paróquia foi assumida, provisoriamente, pelo padre José Giordano, pároco de Sumaré.

A primeiro de julho de 1951, tomou posse das funções paroquiais o padre Aurélio Vasconcelos de Almeida, que assim permaneceu por 28 anos. Após a criação da paróquia, foram sendo feitas novas ampliações na Igreja Matriz, que se inaugurou em vinte e sete de setembro de 1953, com a presença do bispo diocesano, Dom Paulo de Tarso Campos.


Antiga Igreja Matriz Nossa Senhora das Dores
Etnia

Europeus (italianos, espanhóis, portugueses, alemães)
Russos (letos que também eram considerados russos, moravam na Letônia então província da Rússia)

Durante três séculos o Brasil viveu quase que exclusivamente de mão de obra escrava, de origem africana. No início do século passado, ativou-se um movimento mundial de repúdio a escravidão, que viria à modificar toda a estrutura de trabalho no mundo ocidental.

O Brasil, em 1870, era o único país do Ocidente que ainda não abolira a escravatura. Dentro deste contexto , o governo brasileiro começou a incentivar a vinda de imigrantes estrangeiros, não só para substituir o "braço escravo", mas também para apressar o desenvolvimento da agricultura no seu imenso e pouco explorado território.

Sempre que algum fator político, econômico ou social afetava outros países ou regiões, originando um movimento emigratório, o Brasil procurava atrair esse fluxo para as suas terras. Assim vieram os suiços-alemães, os alemães, os norte-americanos, os italianos, poloneses, russos, húngaros, letos e outros.

Em 1904, quando Carlos Botelho assumiu a Secretaria da Agricultura, era política vigente a criação de núcleos coloniais para imigrantes de mesma origem étnica. O governo tinha por normas comprar terras de particulares dividindo-as em lotes, para que fossem vendidas aos imigrantes, a prazo de cinco anos.

Nessa época a maior imigração era de italianos. Para exemplificar a importância que tinha o movimento de imigrantes, citamos o fato do governo da Itália começar a dificultar a emigração para o Brasil, canalizando-a para as suas possessões na África. Carlos Botelho convidou o Consul da Espanha para visitar os núcleos coloniais e as terras disponíveis, com vistas a atrair imigrantes espanhóis, o que logo conseguiu em grande escala.

Isso criou tal ambiente na Itália que obrigou o governo italiano a considerar sua decisão e a levantar as restrições impostas. No caso de Nova Odessa, deu-se o fato de estar havendo um grande movimento migratório na Rússia, em razão de graves conturbações políticas e sociais. Como resultado dos reveses militares da guerra ruusso-japonesa (1904/1905), agrava-se a situação interna da Rússia. Milhares de famílias russas abandonam o país e espalham-se por toda a Europa.

Muito emigram para os Estados Unidos. Carlos Botelho logo instruiu seu auxiliar e amigo Augusto Ferreira Ramos (que estava em Nova York em missão do governo), para estudar a possibilidade de canalizar parte desse movimento para o Brasil. Em 13 de abril, Augusto Ramos assinava contrato com a companhia de navegação Royal Steam Packet Company. E em maio já chegavam a Santos e a Nova Odessa (Pombal) os primeiros imigrantes russos.

Limites e Localização

O Município de Nova Odessa é limitado pelos de Sumaré (Sul), Paulínia (Leste), Americana (Norte) e Santa Bárbara D'Oeste (Oeste). Situa-se entre as cidades de Americana e Sumaré, a noroeste da capital do Estado. Dista por rodovia: São Paulo 120 Km ; Campinas, 22 km; a Via Anhanguera cruza o município a 7 Km da cidade.

Distâncias
De Até Km
Nova Odessa São Paulo 119
Campinas 22
Piracicaba 43
Limeira 37
Brasília 959
Americana 5
Sumaré 6
Aeroporto de Viracopos 40
Porto de Santos 200
Vias de Acesso

Via Expressa que liga Nova Odessa a Americana;
Avenida Ampélio Gazzetta em Nova Odessa ligando a Sumaré com a Avenida Rebouças;
Via Expressa que liga Nova Odessa a Sumaré;
Acesso à Rodovia Luíz de Queiroz(SP-3O4) pela Via Expressa que liga Nova Odessa a Americana;
Estrada Vicinal Rodolfo Kivitz que liga Nova Odessa a Santa Bárbara D' Oeste;
Estrada Júlio Mauerberg que liga Nova Odessa com a Via Ahanguera Km 119 (SP-330).

Superfície

Área total do Município - 73,298 Km2

População

45.625 habitantes de acordo com Contagem da População feito pelo IBGE em 2007.

Clima e Solo

Clima tropical e semi-úmido, com inverno seco e vento sudeste.
Temperatura oscilando entre mínima de 10ºC e máxima de 35ºC; média 26ºC umidade de 76%.
A precipitação pluviométrica é de 1.317,1mm/ano.
Em Nova Odessa aparecem os seguintes tipos de solos: latossolo vermelho escuro, orto argiloso e areno argiloso.

Topografia e Hidrografia

Relevo suavemente ondulado, com declividades fracas e encostas longas.
A altitude média é de 540m do nível do mar, latitude - 47" 19' 51" oeste e a longitude - 22" 47' 20" sul.
O município estende-se até a represa do Rio Atibaia.
Os principais cursos de água são: Ribeirão Quilombo, com 10 metros de largura (afluente do Rio Jaguari). Córregos: da Fazenda Foguete, da Fazenda Santo Angelo, dos Lopes, São Francisco (divisa com Sumaré), Capoava, Palmital (divisa com Sumaré) e Recanto (divisa com Americana).

Economia

O município de Nova Odessa, se caracterizava de praticamente 90% da mão de obra voltada para o ramo da Indústria Têxtil.
Com o decorrer dos anos, esse quadro vem se modificando, mantendo os mesmos níveis de emprego e gerando a vinda de novas empresas através de algumas particularidades, como localização, mananciais de água, rodovias próximas, mão de obra, etc.
Muitos desses recursos gerados pela própria administração.
Alguns setores se instalaram no município tais como: Metalurgia (fundição), Plástico, Indústria Química, Laboratórios.

FIM Clima Tempo--%>
Log In Intranet
 
 
Postos de Vacinação Antirrábica
Concurso Público 2013
Twitter da Prefeitura de Nova Odessa
2ª Semana de Saúde Bucal de Nova Odessa
Resolução nº 45/2014
Ouvidoria
Banco Municipal de Empregos
ISS-Web
Consulta Protocolo
Portal Cidadão
Av. João Pessoa, 777 - Centro - CEP 13460-000 - Fone: (19) 3476-8600
Copyright ©2008 Coordenadoria de Informática